Estratégias/Táticas - Art. 40

Ataque

- Exercícios de Ataque.

- Sequência de Exercícios No. 05.

- Objetivos: - familiarização com os procedimentos diante dos saques curtos;
  - prática do levantamento em situações especiais.

Os exercícios que serão sugeridos a seguir são muito semelhantes, têm a mesma mecância, dos apresentados na sequência anterior. E são excelentes educativos para consolidar a técnica individual dos fundamentos - sobretudo os do levantamento - requeridos na execução da estratégia ofensiva.

 

35 - O treinador sacando curto, intercaladamente, para os dois jogadores. O que recepciona tem que dar um toque de manchete de maneira que a bola bata na rede e volte para sua própria quadra. O jogador que levanta se desloca para a Zona de Levantamento, tão logo perceba a bola indo na direção ao companheiro, e faz a levantada após o toque da bola na rede. O que recepcionou, após ter recuado do local onde fez a manchete, faz a aproximação e ataca a bola com um "soco", colocando a bola, sobre e imediatamente atrás da tabuleta-bloqueio, no retângulo azul.

Na figura a seguir, uma representação gráfica que exemplifica a batida da bola na rede. O ideal é que a mesma bata do meio para o bordo inferior da rede (colchete em vermelho). Acima deste ponto complica, muito, a execução dos exercícios.

 

 

No diagrama a seguir, a movimentação do jogador que recepciona o saque e ataca e do que levanta, representa pelas setas tracejadas. Os pontos em que devem ser colocados os saques curtos (retângulos sem cor) o bloqueio-tabuleta (retângulo verde) e o ponto da quadra, imediatamente após o bloqueio (retângulo azul).

 

 

 

 

36 - Idem 35, com o ataque por meio de uma "meia batida" na diagonal "fechada", retângulo azul disposto em diagonal ao ponto em que se realiza o ataque.

37 - Idem 35, com o ataque por meio de um golpe do tipo "Lob", por cima do bloqueio-tabuleta, nos retângulos amarelos.

38 - Idem 35, com o ataque por meio de uma cortada forte nos retângulos amarelos (paralela e diagonal).

39 - Idem 35, com o ataque por meio de uma cortada forte no retângulo laranja.

40 - A mesma mecânica dos exercícios anteriores. Agora com o levantamento da linha em que a bola é levantada para o centro da rede. O ataque é por meio do "soquinho" de maneira que a bola cubra e caia imediatamente atrás do bloqueio-tabuleta, no retângulo azul.

 

 

 

 

41 - Idem 40, com o ataque por meio de uma "meia batida" na diagonal "fechada", retângulo azul disposto em diagonal ao ponto em que se realiza o ataque.

42 - Idem 40, com o ataque por meio de um golpe do tipo "Lob", por cima do bloqueio-tabuleta, nos retângulos amarelos.

43 - Idem 35, com o ataque por meio de uma cortada forte nos retângulos amarelos (paralela e diagonal).

44 - Idem 35, com o ataque por meio de uma cortada forte no retângulo laranja.

 


 

- Aspectos a serem observados durante a execução dos exercícios.

 

Além de todos os aspectos mencionados na sequência anterior, o treinador e os jogadores devem estar atentos para alguns pontos importantes. Como mencionado na introdução do artigo, esta sequência de exercícios é excelente educativo. Obriga os ambos os jogadores a realizarem a recepção do saque, sobretudo o levantamento, e o ataque em condições tais que lhes são requeridas grande capacidade técnica individual. Não tendo capacidade, encontrarão extrema dificuldade para realizá-los.

1 - Os exercícios desta sequência requerem uma série de qualidades, tanto para o jogador que recepciona e ataque quanto para o que levanta.

Condicionamento Físico:

- velocidade de deslocamento, a fim de chegar na bola ainda em condições de recepcioná-la;

 - força nos membros inferiores, para executar a flexão das pernas e conseguir o equilíbrio necessário à execução da manchete;
- flexibilidade de movimentos nas articulações do tornozelo, dos joelhos, da coluna vertebral, tendo em vista poder fazer a flexão das pernas e do tronco sobre a bacia, movimentos indispensáveis para execução da manchete;
  - resistência muscular localizada da musculatura das pernas, a fim de poder realizar os exercícios de modo repetitivo.
- coordenação motora, para execução da manchete após e/ou em deslocamento.

 

Capacidade Técnica Individual:

- execução da manchete, com precisão, em circunstâncias em que as pernas devem ser flexionadas com ângulos bastante acentuados;

- boa técnica no ataque, de modo acertar os alvos pré-estabelecidos pelo treinador;

 

- desembaraço na execução do toque sobre a cabeça - em alguns exercícios - e da manchete, para o levantamento sob circunstâncias bastante complicadas.

 

Discernimento Tático Individual:

- ao jogador que recepciona e ataca, a fim de executar a recepção do saque, alçando a bola no ponto estabelecido e em altura suficiente, de maneira que consiga fazer os deslocamentos e aproximação para o ataque;

 

 

- ao jogador que levanta, sensibilidade e noção de tempo, a fim de avaliar o momento exato em que a bola deve ser alçada, em que altura e com qual afastamento em relação à rede.

 

Caso os jogadores não possuam estas qualidades, os exercícios são contra-indicados. Os erros, com certeza, se sucederão e o aproveitamento, consequentemente, não será o esperado.

2 - O jogador que levanta deve ter a velocidade de percepção e rapidez no deslocamento, de maneira que esteja já nas proximidades da rede no momento em que a bola toca a mesma. Assim, é possível fazer uma boa flexão das pernas e executar o levantamento por meio de uma manchete com o corpo equilibrado. Quando o jogador parte atrasado ou demora-se no deslocamento, encontra bastante dificuldade para executar a manchete. Alguns jogadores, neste caso, utilizam-se do recurso de executá-la dado um "efeito" na bola.

3 - Ainda sobre o levantador. Tem que considerar a situação em que o companheiro está, o momento exato do levantamento, a fim de fazer adequações, como por exemplo:

- ponto em que a bola deve ser levantada;

- altura da mesma;

- o afastamento em relação à rede

Enfim, todas a maneiras a fim de facilitar o trabalho do companheiro.

4 - Como mencionado anteriormente, ambos os jogadores devem possuir a capacidade de executar a manchete com as pernas flexionadas em angulações bastante acentuadas. Um recurso essencial e o de executá-la com um dos joelhos no chão. É útil para a recepção do saque e para o levantamento.

5 - O jogador que recepciona e ataca, muitas vezes não recua o suficiente, após a recepção do saque. Com isso, fica sem espaço para fazer os deslocamentos, requeridos nos exercícios, e uma boa aproximação para o ataque.

6 - Muitas vezes o jogador que ataca, mesmo executando o deslocamento para trás de modo correto, não consegue uma aproximação ideal para o ataque. No caso deve, pelo menos, executar a última passada com a maior amplitude possível e acentuar os movimentos do tronco e dos braços de maneira obter uma boa potência no golpe do ataque.

 

Cont. no art. 41, com outra Sequência de Exercícios.

 

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra