Estratégias/Táticas - Art. 18

- Levantamento

- Levantamento por Manchete.

O uso da manchete, na minha opinião, deve ser restringido ao máximo:

- às bolas recepcionadas ou defendidas que chegam baixas na zona de levantamento;

- às que se encontram distantes da zona de levantamento e o jogador não tem possibilidade alguma de levantar por meio de um toque acima da cabeça.

 

Entretanto, acredito que por influência dos norte-americanos (nos campeonatos da liga americana o toque no levantamento deve ser tão perfeito que a bola não pode sequer girar, em sua trajetória), os jogadores, em todo o mundo, desenvolveram excepcional habilidade para executar levantamentos utilizando a manchete. Atualmente, vem sendo um fundamento utilizado para a função quase que na mesma proporção que o toque de bola acima da cabeça.

As situações de jogo em que a utilização da manchete é apropriada são:

- bolas em que a trajetória, após a recepção ou a defesa, chegam baixas na Zona de Levantamento;

- bolas cuja as trajetórias, após a recepção, são muito rápidas e o jogador que levanta não tem tempo para deslocar e fazer o levantamento por meio do toque acima da cabeça.

- em bolas que tocam na rede;

- em bolas em que o jogador, que recepcionou ou defendeu, encontra-se distante da rede. No caso, o jogador, que levanta, tem que atrasar o tempo do levantamento, a fim de proporcionar o tempo necessário para que o companheiro faça a aproximação adequada para o ataque.

 

Nota

Além das situações de jogo mencionadas, existe outras bem peculiares ao vôlei de praia:

- jogos em dias com chuva - a bola fica molhada;

- jogos em dias com temperatura alta - a bola fica com suor dos jogadores;

- jogos em dias com vento forte - a trajetória da bola torna-se irregular.

Nestes casos, os jogadores evitam o levantamento por meio do toque acima da cabeça, pois é maior a probabilidade do erro por violação da regra. De modo geral não arriscam, fazem o levantamento por meio da manchete.

Não sei o porquê, mas, cada vez mais, está sendo coibido, pelas arbitragens, o Toque de Bola Acima da Cabeça. Acho válido coibir a condução da bola, a meu ver exagerado por alguns jogadores. Mas o que está ocorrendo não tem explicação, ou seja, o toque é interpretado no vôlei de praia de maneira totalmente diferente do que é executado no vôlei de quadra.

 

O treinamento Tático-Coletivo do levantamento por meio da manchete deve visar proporcionar grande habilidade sua execução.

1 - De todos os Tipos e de todas as Maneiras. Por exemplo.

 

Tipos

Maneiras

- Com os Pés no Chão:

- de frente;

- de costas;

- lateralmente.

- Com o Corpo em Suspensão:

- de costas;

- lateralmente.

- Com o Corpo Agachado:

- de costas;

- lateralmente.

Com um dos Joelhos no Chão:

- de costas;

- lateralmente.

 

2 - Diante de vários tipos de Cicunstâncias.

Na impossibilidade de se executar o levantamento por meio de um toque acima da cabeça, com o qual é possível obter-se maior precisão, todos os jogadores sejam capazes de executar o levantamento nas circunstâncias mais difícies, ou seja:

- nas bolas mal recepcionadas;

- nas bola não dominadas pela defesa;

- nas bolas que ricocheteam no bloqueio.

 

Nessas circunstâncias a bola toma algus tipos de direção e altura, tais como:

- permanecem dentro dos limites da quadra;

- tocam na rede e descaem, próximas ao bordo superior, no centro e próximas do bordo inferior;

- saem dos limites da quadra, pela linha do fundo e pelas linhas laterais.

 

3 - De diferentes Pontos da Quadra e/ou Fora dos Limites da mesma.

No diagrama a seguir, pontos da quadra (PL) em que o jogador-levantador deve ser treinado para realizar levantamentos. Destes pontos, obviamente, tem que ser capaz de executar a manchete de todos os tipos e maneiras; como as mencionadas no item 1.

De cada um destes pontos são requeridos importantes e diferenciados procedimentos para o Jogador-Levantador e para o Jogador-Atacante. Tais procedimentos são focalizados, com todos os detalhes, nos artigos que abordam a Defesa (Vôlei de Praia > Estratégias/Táticas > Sistema Defensivo) - do artigo 63 ao 93.

 

 

Resumindo. De acordo com a trajetória e a altura que a bola toma é necessário alguns tipos (em relação ao local do ataque) e maneiras (posicionamento do corpo em relação à bola) com que a manchete deve ser executada, como exponho no quadro a seguir.

 

Direção
Tipo
Maneira de Execução

 

dentro dos limites da quadra

frontal

de costas

lateral

com os pés no chão

com o corpo agachado

 

tocam na rede e descaem

frontal

lateral

com o corpo agachado e/ou com um dos joelhos no chão

 

fora dos limites da quadra

de costas

lateral

com os pés no chão

em suspensão

com o corpo agachado

 

Conclusão. O bom rendimento no levantamento, por meio da manchete, depende de dois fatores fundamentais:

1 - executar corretamente o levantamento por meio da manchete, de todos os tipos e de todas as maneiras,

2 - de qualquer ponto da quadra;

3 - de discernimento tático individual para adequar o levantamento - a trajetória da bola, a altura, a proximidade em relação à rede, e o tempo - de acordo com as características do companheiro, o jogador-atacante.

 

Nota

Insisto que a manchete, para o levantamento, deve ser utilizada como recurso. O treinador deve cobrar de seus jogadores levantamentos por meio do toque acima da cabeça. Sem qualquer dúvida, obtem-se maior precisão e velocidade, nas ações ofensivas.

Nas categorias de base esse cuidado deve ser redobrado. Os jogadores abusam do uso da manchete, por não terem força suficiente para executarem o levantamento por meio do toque.

 

Cont. no art. 19, com Sequências de Exercícios para o Aprendizagem e o Aperfeiçoamento do Levantamento por meio da Manchete.

 

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra