Estratégias/Táticas - Art. 17

Levantamento

Levantamento por Toque de Bola Acima da Cabeça.

- Obliquamente em Relação ao Ponto em que a Bola é Atacada.

Muitas vezes o jogador não consegue posicionar-se de frente para o ponto em que a bola é atacada, sobretudo, em bolas afastadas da Zona de Levantamento. No diagrama que se segue, apresento um exemplo de um ponto afastado da Zona de Levantamento (ZL) e que a bola tem que ser levantada.

O jogador que levanta, o J1, desloca-se para a ZL, a fim de realizar o levantamento. A bola recepcionada pelo J2 não chega à ZL. O J1 tem que se deslocar para o ponto em que a mesma se encontra para executar o levantamento. O ideal é que se posicione de frente para o ponto em que a bola é atacada. Quando não é possível, tem que estar capacitado para executar o levantamento, de costas e/ou lateralmente em relação ao alvo.

 

 

 

O procedimento mais importante, neste tipo de levantamento, é a colocação do pé de apoio, no momento da execução do toque. Na representação gráfica a seguir, exemplifico. O jogador desloca-se para o ponto em que a bola se encontra, apóia um dos pés, o que está na frente (representados pelos retângulos em amarelo):

- direito (pd), para os levantamentos para a entrada da rede;

- esquerdo (pe), para o levantamento para a saída da rede.

 

 

 

Nota

Em muitas ocasiões é necessário que o toque tenha que ser feito em giro - com o corpo girando. Ou seja: o jogador apóia o pé com que chega no ponto do levantamento; gira o corpo, tendo como eixo o pé de apoio; executa o toque lateral. Na representação gráfica anterior, temos que: no levantamento para a entrada da rede, o giro será realizado sobre o pé direito; para a saída da rede, sobre o pé esquerdo.

Está ação requer, obviamente, coordenação da chegada no ponto de levantamento com o giro e a execução do toque.

O Jogador-Atacante também tem que observar alguns procedimentos.

- Após a recepção, na sua Primeira Aproximação (do ponto em que recepcionou até o que faz a Aproximação Final) deve tentar deslocar-se, o mais rapidamente possível, para as proximidades da linha lateral, a fim de propiciar espaço (angulação) para a passagem da bola.

- O ponto em que faz sua Aproximação Final (ponto em que executa suas últimas passadas para o ataque) não pode ser, de maneira alguma, à frente do Ponto do Levantamento (PL).

- Deve esperar a saída da bola das mãos do Jogador-levantador para, então, realizar a aproximação final e o ataque; por se tratar de uma situação de jogo especial, esta aproximação tem que ser feita com velocidade máxima.

No diagrama a seguir, um exemplo. J2, faz uma trajetória curva, de maneira que possa receber a bola na extremidade da rede, com visão plena da mesma e da quadra oposta. No prolongamento do ponto do levantamento (PL) - linha tracejada em verde - pára e aguarda o levantamento.

 

 

Cont. no art 18, com Levantamento por meio da Manchete.

 

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra