Estratégias/Táticas - Art. 02

Recepção do Saque - Parte I

Grau de Importância na Tática Ofensiva.

Na tática ofensiva, a recepção do saque é a função que inicia uma das mais importantes seqüências no voleibol, ou seja:

· Recepção;

· Levantamento;

· Ataque.

Em qualquer dessas funções o erro resulta em ponto; a imprecisão, em grandes dificuldades a serem contornadas. Erro ou imprecisão, seguida ou intermitente, influi no equilíbrio emocional dos jogadores, estimula aos adversários e acarreta grande desgaste.

A recepção do saque é primordial por ser o momento em que o jogador domina a bola, colocada em jogo pelo adversário (parado e com tempo para pensar) com a intenção de causar dificuldade. No vôlei, diferentemente de outros esportes com bola, esta não pode ser retida, o que torna seu domínio uma ação de extrema habilidade, requerendo perfeita coordenação de movimentos. Se a recepção é bem sucedida, o restante da seqüência torna-se mais fácil, isto é, o levantador pode preparar a bola em excelentes condições para o ataque, a ação final da seqüência. Caso contrário, o levantador fará a segunda tentativa de controle da bola e o atacante deve estar preparado para tudo. Certamente, esta é uma circunstância que gera insegurança e, se repetida seguidamente, será fatal.

O sucesso das estratégias e tática ofensivas é traduzido pelos pontos obtidos por meio de:

recepção, levantamento e ataque;

- bloqueio e contra-ataque;

- defesa e contra-ataque;

- erro do adversário.

 

Os erros do adversário verificam-se na execução de um fundamento e nas infrações da regra. Em um jogo de alto nível é muito difícil fazer um ponto por meio de bloqueio ou defesa. Normalmente ocorre no aproveitamento de uma oportunidade e, sobretudo, quando há falha na seqüência recepção - levantamento - ataque. Dessa maneira, a recepção do saque tem seu grau de importância medido, tanto pelo fato de ser a primeira função que influi no expediente emocional do jogador; torna-o confiante ou inseguro.

 

- Quanto ao Local do Levantamento / Zona de Levantamento.

No Vôlei de Praia os dois jogadores recepcionam o saque direcionando a bola para locais convencionados e variáveis. Estes, são estabelecidos de acordo com algumas alternativas - trajetórias da bola:

- o ponto da quadra onde a bola é colocada;

- a velocidade da bola;

- o comprimento da trajetória (curto / longo);

- etc...

De modo geral, os jogadores, seja qual for a circunstância, recepcionam a bola direcionada-a:

· para a rede, a sua frente (daig. 1);

· para a rede, terço cenral da rede (diag. 2).

Nos diagramas a seguir, as Zonas de Levantamento (quadriláteros em laranja).

No dig. 1, em frente ao jogador que executa a recepção do saque. o Jogador 1 (J1) e o Jogador 2 (J2) passam para a rede a frente do ponto em que xecutam a recepção (linha reta interrompidas).

No diag. 2, ambos passam para o terço central da rede, no terço inicial da quadra (setas interrompidas em azul).

 

 

Notas

- A recepção do saque para estes pontos tem em vista facilitar a tarefa do Jogador-Levantador. Ele inicia seu deslocamento para a Zona de Levantamento tão logo percebe que a direção da trajetória da bola é para o seu companheiro.

- O Jogador-Atacante, por sua vez, executa a recepção do saque e inicia sua aproximação para o ataque com a visão frontal da quadra oposta.

 

Cont. da Recepção no art. 03, com a Recepção para Frente.

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra