Estratégias/Táticas - Art. 01

 

Estratégias/Táticas Ofensivas - Recepção de Saque.

 

O nível de competitividade de uma dupla está diretamente relacionado à uma série de fatores, como veremos no decorrer da apresentação de todos os arquivos sobre o vôlei de praia. Os mais importantes são:

- o condicionamento físico global;

- a capacidade técnica individual;

- o discernimento tático de ambos os jogadores.

 

Não tem como escapar desta fórmula. São capacidades igualmente importantes e intimamente inter-relacionadas. Para se chegar à uma boa performance é necessário o melhor condicionamento possível, tendo em vista suportar o treinamento técnico individual, que propiciará a base para a construção das estratégias e táticas eficientes.

Na figura a seguir, uma exposição gráfica do raciocínio.

 

 

 

Aqui no JustVolleyball, focalizei, primeiramente, as qualidades físicas indispensáveis para que o jogador seja capaz de executar sem limitações os fundamentos da técnica individual. A seguir, nos artigos em que trato da técnica individual, enfatizo ao máximo a importância e a necessidade da perfeita execução, um a um, de todos os fundamentos. Tudo isso, tendo em vista ao desempenho das funções táticas do jogo.

Por exemplo, uma coisa é saber dar um toque de bola acima da cabeça; a outra, é saber executar um levantamento perfeito. Ou, saber executar uma manchete e aplicá-la apropriadamente para a recepção do saque. Ou seja, deste ponto em diante tratarei da funções táticas para a elaboração dos sistemas, ofensivo e defensivo.

Será possível compreender o encadeamento que existe entre o condicionamento físico, a técnica individual e as estratégias e táticas, para a formação de uma dupla realmente competitiva.

 

Estratégia/Tática Ofensiva

É a maneira pela qual uma dupla se organiza, a fim de efetuar os ataques que ocorrem em duas situações:

- após o saque adversário:

. recepção,

. levantamento,

. ataque;

- no contra-ataque (transição do sistema defensivo para o ofensivo):

. defesa ou bloqueio,

. levantamento,

. ataque.

 

Uma Estratégia Ofensiva bem elaborada resulta do aproveitamento máximo das características individuais dos jogadores em cada uma das funções precedentes (recepção, defesa ou bloqueio, levantamento e ataque) de modo a que o ataque seja efetivo e, por meio dele, sejam obtidos os pontos.

É importante também do ponto de vista psicológico. Uma dupla que ataca com desenvoltura se torna extremamente competitiva, pois obtém os pontos sucessivos, quando o saque é do adversário e marca seus pontos em contra-ataques, fatores que contribuem para o equilíbrio emocional dos jogadores.

 

Continuação no art. 02, com Recepção do Saque

 

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra