Téc. Individual - Art. 09

- Toque de Bola Acima da Cabeça, para o Levantamento e para a Defesa.

- Para o Levantamento.

- Treinamento do Toque

- Exercícios para Aprendizagem e Aperfeiçoamento.

- Sequência de Exercícios no 3

- Objetivo:   - aprendizagem da execução do toque lateral

Realizadas as sequências anteriores, de modo sistemático e com bom aproveitamento, é muito provável que os atletas tenham conseguido aprender a execução do toque de frente e de costas. Nesta agora, vamos tratar do toque lateral. Isto é, com o corpo voltado para a direita e/ou para a esquerda.

29 – Cada atleta com uma bola. De frente para uma parede ou para a rede (Fig. 1). O posicionamento é rigorosamente de frente, com os ombros paralelos ao muro, à rede, etc. Distante cerca de meio metro. Uma das pernas a frente da outra. Quando o toque for para a direita, perna direita a frente. Quando para a esquerda, perna esquerda à frente. O atleta alça a bola sobre sua própria cabeça e executa um toque para a esquerda (máximo 3 m). Segura a bola. Alça-a novamente e dá um toque para a direita (máximo de 3 m). O número de repetições para cada lado é estabelecido pelo treinador.

30 – Idem ex. 29 com o atleta de costas para a parede, muro, rede, etc (Fig. 2).

 

 

 

 

31 – Agora, o atleta de frente para a parede. Alça a bola, dá um toque de frente, sobre sua cabeça, vira-se para a direita e executa um toque lateral para a parede. Segura a bola. Alça-a novamente, dá um toque sobre a cabeça, vira-se para a esquerda e executa um toque para a parede.

32 – Idem ex. 31, sem segurar a bola. Tocar seguidamente. Um de frente, um lateral para a parede com o corpo voltado para a direita/esquerda, um de frente, um lateral para a parede com o corpo virado para a esquerda/direita e assim por diante.

33 – O atleta executando toques laterais, consecutivamente, voltados para a direita/esquerda. O toque deve ser dado para o alto (aproximadamente 3 m) e para a direita/esquerda (no máximo 2 m). Nos deslocamentos na quadra, por exemplo, vai-se até uma linha deslocando de frente para a direita e volta deslocando de frente para esquerda.

34 – O atleta executando a seguinte sequência: um toque sobre a cabeça, um lateral para direita, um toque lateral para esquerda, um toque sobre a cabeça e para. Repetir a seqüência de acordo com a determinação do treinador.

35 – Idem ex. 34, sem parar a bola.

35 - Repetir toda a sequência ( do ex. 29 ao 35) com o Toque em Suspensão.

 

Notas

- A Sequência com os Toques em Suspensão não deve ser realizado no processo de Aprendizagem. É mais adequada a atletas em nível mais avançado.

 

- Aspectos a serem observados durante a execução dos exercícios.

1 - No toque lateral o apoio das pernas é fundamental. Sempre com uma mais a frente do que a outra; como em todos os tipos de toque. O maior apoio se dá com a perna da frente. Logo, o toque para a direita o apoio é com a perna direita; para a esquerda, com a esquerda.

2 - A bola sai, rigorosamente, na linha dos ombros, paralela à rede, à parede, ao muro, etc. Como sempre, primeiramente para o alto depois para o alvo.

3 - Nos exercícios com deslocamento, é necessário que os atletas/alunos desloque com desembaraço. Com crianças não é assim tão fácil. Como educativo, faze-los deslocar primeiro sem a bola. Outra recomendação: deslocamentos curtos de, no máximo, duas passadas.

4 - É muito importante a prática dos exercícios nas proximidades da rede e da linha que divide as quadras. O toque lateral é, quase sempre, executado em situações de jogo em que a bola está próxima da mesma.

 

Continuação no art. 10 com outra Sequência de Exercícios

 

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra

  Ir para Menu Estratégias/Táticas DO Sistema Ofensivo - Vôlei de Praia  
 

Ir para Menu Estratégias/Táticas do Sistema Defensivo - Vôlei de Praia

Ir para Menu Vôlei de Praia