Técnica Individual - Art. 04

- Bloqueio

 

- Qualidades Indispensáveis para o Bloqueador

 

B - Domínio e Equilíbrio do Corpo no Ar.

É uma propriedade indispensável ao bloqueador. No "ponto morto da impulsão" deve ser capaz de, em perfeito equilíbrio do corpo, realizar ações relacionadas ao bloqueio:

- movimentar os braços para a direita ou para a esquerda, a fim de bloquear uma bola atacada à direita ou à esquerda do seu corpo.

- movimentar os braços para o outro lado da rede, a fim de fazer um "bloqueio invadido".

- movimentar os braços para trás, a fim de fazer um "bloqueio defensivo".

- cair do bloqueio sob equilíbrio, a fim de realizar ações subsequentes, muito comuns no Vôlei de Praia, tais como:

- recuperar uma bola "largada" próxima do bloqueio;

- levantar uma bola defendida pelo companheiro;

- atacar uma bola defendida com levantamento de "prima", pelo companheiro.

 

Estes movimentos são possíveis quando a musculatura do bloqueador é forte, também, nos grupamentos musculares:

- glúteos,

- abdominais.

- dorso-lombares,

- escapulares.

Na foto a seguir, é possível observar o bloqueador , no ponto morto da impulsão, com a musculatura totalmente contraída.

 

 

Além dessa qualidade física, o treinamento técnico individual do bloqueador tem que objetivar capacitá-lo para executar tais ações. Para isso, deve ser planejado estabelecendo itens compostos. Na parte em que o treinador exercita o bloqueio de bolas atacadas, deve inserir o ataque de diferentes trajetórias e bem diversificado, por exemplo:

- ataque reto;

- ataque mais à direita;

- ataque mais à esquerda;

- ataque por meio de "meia-batida";

- por meio de "largada".

E estabelecendo ações subsequentes, ou seja:

- bloqueio-saída para defesa da "largada" próxima do bloqueio;

- bloqueio-levantamento de uma bola defendida pelo companheiro da defesa;

- bloqueio-ataque de uma bola defendida com o levantamento de "prima" pelo companheiro da defesa;

 

Em outras palavras, o treinamento técnico individual não deve ser realizado de modo estanque, isto é; o ataque, o bloqueio e ponto final. Deve ser, sempre, composto, isto é, com a prática do bloqueio: tendo em vista a interceptação da bola, e o bloqueio com ações subsequentes. Importante: de modo concomitante.

 

Nota

 

Nos artigos que se seguem, estão apresentadas outras qualidades indispensáveis ao bloqueador. Apresento outras informações, diagramas, figuras, etc, a fim de enriquecer os artigos e, conseqüentemente, o assunto. O objetivo é demonstrar que cada uma das qualidades acrescentam algo a cada uma das outras. Ou seja, existe um interligação. Treinadores e atletas devem ter em mente que ao trabalharem uma estão aperfeiçoando outras. É absolutamente necessário desenvolvê-las de modo concomitante.

 

Cont. no art. 05, com outra qualidade indispensável: Percepção do Tempo

 

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra

  Ir para Menu Estratégias/Táticas do Sistema Ofensivo - Vôlei de Praia  

 

Ir para Menu Estratégias/Táticas do Sistema Defensivo - Vôlei de Praia

Ir para Menu Vôlei de Praia