Técnica Individual - Art. 59

- Ataque.

- Exercícios para a Aprendizagem e o Aperfeiçoamento da Técnica Individual.

- Seqüência de Exercícios no. 7.

- Objetivos: aprendizagem da bola alta e da "meia" bola, alçada pelo levantador, após a recepção do saque e/ou a defesa e com variações quanto ao ponto de ataque.

 

Os exercícios que se seguem são contra-indicados para iniciantes, pois requerem número maior de qualidades físicas e técnicas. Os ataque são realizados, como na seqüência anterior, após a recepção do saque e a defesa. Os ataques da Meia Bola são praticados tendo em vista capacitar os jogadores para, num estágio adiante, atacar bolas de segundo tempo das combinações.

 

60 - Os jogadores dispostos ao lado das linhas laterais, dois dos quais posicionados nas pos. 1 e 5. O treinador/colaborador sacando da zona de saque da quadra oposta. Um levantador, dentro da zona de ataque, reveza-se na frente do passador da pos. 1 e o da pos. 5. Alça Meia Bola à cerca de 1 metro, a sua a frente e/ou às suas costas. O ataque é por meio de cortada forte nos retângulos laranjas da paralela e do corredor.

No diagrama a seguir, a disposição dos jogadores, a setas indicadoras do deslocamento dos mesmos, os posicionamentos do levantador e os retângulos onde as bolas devem ser direcionadas.

Notas

- O tipo de deslocamento e os pontos de ataque da Meia Bola são muito úteis, como preparação para o ataque da segunda bola das combinações. Por exemplo, Desmico, Desmico pra Trás, Desmico da Chutada, Aquela, etc...

- No levantamento da bola para a entrada da rede, para atacantes destros, e para saída da rede, para atacantes sinistros, a bola não pode ser demasiadamente "aberta", isto é não podem ser muito afastadas do ponto em que o levantador está posicionado; no máximo à 1 metro. Quando esta distância excede 1 metro, os atacantes ficam em situação bastante embaraçosa.

 

61 - Disposição dos jogadores idêntica à do exercício 60. A diferença é o deslocamento para o ataque. O jogador que recepciona na pos. 5 atacará na saída da rede. O que recepciona na pos. 1 atacará na entrada da rede. O ataque é por meio de cortada forte, nos retângulos alaranjados.

Nota

Nas bolas que o atacante recepciona na pos. 5 e ataca na saída da rede, muitos atacantes utilizam a mesma técnica, bastante válida, da China com 1 Pé.

62 - A mesma disposição do exercício 61. A variação e da trajetória do atacante. O que está recepcionando na pos. 1 desloca além da linha perpendicular (imaginária), em relação ao ponto em que o levantador se encontra, e ataca na entrada da rede. O que está na pos. 5 faz o mesmo deslocamento e ataca na saída da rede. No diagrama a seguir, está demonstrada a movimentação dos atacantes.

Nota

Os deslocamentos que os atacantes realizam neste exercício serão muito úteis no momento de atacarem a segunda bola das combinações. No caso, nas variações do tipo "vai e volta".

Nota

O grau de dificuldade dos saques desferidos pelo treinador/colaborador deve ser adequado à capacidade técnica individual dos jogadores. Para atletas de alta competitividade, atualmente, os mais comuns são os do tipo "Viagem".

Cont. no art. 60, com outra seqüência de exercícios.

Voltar ao Menu Técnica Individual - Vôlei de Quadra.