Téc. Individual - Art. 34

Elementos e Recursos Fundamentais para a Técnica Individual no Bloqueio - Parte I

- Fundamento - Bloqueio Parado.

- Exercícios para Aprendizagem sobre Plataforma com Saltos Consecutivos.

- Com um companheiro sobre uma mesa, segurando a bola.

- Objetivos dos Exercícios.

- Associação dos saltos consecutivos com a colocação das mãos em relação à bola.

- Ângulo dos braços em relação à rede. A bola deve ser colocada afastada (cerca de 30 cm) da rede, proporcionalmente à estatura do jogador, de tal forma que este seja obrigado a fazer a invasão.

- Condicionar o espaço dos braços em relação à rede.

- Ajuste do espaço entre as mãos, que não deve ser maior que a circunferência da bola.

- Seqüência de Exercícios 01 - Parte VII.

Exercício 14 - 2 saltos consecutivos colocando a mão direita à direita e a esquerda à esquerda da bola; a bola é apenas um ponto de referência, uma motivação a mais. Não deve ser tocada (fig. a seguir).

Desenho de Eduardo Rodrigues

Exercicio 15 - Idem, com 4 saltos consecutivos.

Exercício 16 - Idem, com 8 saltos consecutivos.

 

- Erros mais Freqüentes.

- Os erros dos Exercícios - com saltos consecutivos - anteriores repetem-se e, pela motivação da bola e o afã de tocá-la, verifica-se a perda da angulação dos braços em relação à rede e conseqüente desequilíbrio do corpo.

- O espaço entre o tronco e braços em relação à rede deve ser mantido no decorrer de todos os saltos. Como os exercícios solicitam brutalmente as músculos envolvidos - força explosiva e resistência muscular localizada - é comum os jogadores, por faltas destas qualidades, não suportarem seqüências com muitos saltos e alcançarem os objetivos estabelecidos: por causa disso, o aumento do número de saltos deve ser gradativa. De nada adianta realizar muitos saltos com incorreções.

 

- Com um companheiro sobre uma mesa , segurando a bola 30 cm direita/esquerda.

A referência ‚ a cabeça do bloqueador.

- Objetivos dos Exercícios.

- Manutenção do equilíbrio do corpo, independente do movimento dos braços para os lados.

- Manutenção do espaço entre as mãos. Manutenção do eqüilíbrio no decorrer de toda a execução dos exercícios.

- Contração da musculatura envolvida, no ponto morto da impulsão - em todos os saltos.

 

- Seqüência de Exercícios 01 - Parte VIII.

Exercício 17 - 2 saltos consecutivos e bloqueio na bola da direita (fig.a seguir).

Desenho de Eduardo Rodrigues

Exercício 18 - Idem 17, com bloqueio na bola da esquerda.

Exercício 19 - Idem 17, com 4 saltos consecutivos.

Exercício 20 - Idem 18, com 4 consecutivos.

Exercício 21 - Idem 17, com 8 saltos consecutivos

Exercício 22 - Idem 18, com 8 saltos consecutivos

Exercício 23 - O companheiro que está segurando a bola a coloca à direita. Depois que o jogador faz o bloqueio ele move a bola para à esquerda. O jogador que está realizando o bloqueio dá 2 saltos consecutivos. Salta na da direita, cai e salta na da esquerda.

Exercício 24 - Idem 23, com 4 saltos consecutivos.

Exercício 25 - Idem 23, com 8 saltos consecutivos.

 

- Erros mais Freqüentes.

- Dificuldade de Manutenção do espaço entre as mãos.

- No momento de tirar os braços, desequilíbrio para trás, comprometendo a execução dos saltos subseqüentes.

- Não conseguir desvincular os movimentos dos braços em relação ao tronco e, por isso, deixar o corpo pender para a à direita ou à esquerda.

 

- Com um companheiro sobre uma mesa, movendo a bola para direita-centro-esquerda (fig. a seguir).

Desenho de Eduardo Rodrigues

- Objetivos dos Exercícios.

- Manutenção do equilíbrio do corpo, independente do movimento dos braços para os lados.

- Desenvolver a velocidade de percepção da bola/salto.

- Desenvolver a velocidade de colocar /recolher /recolocar os bracos, observando os preceitos do fundamento.

 

- Seqüência de Exercícios 01 - Parte IX.

Exercício 26 - O jogador na posição de exepectativa. O companheiro que está segurando a bola, na frente do bloqueador, move a mesma, para à direita/esquerda. O bloqueador dá 2 saltos consecutivos imediatamente após perceber a direção da bola. O companheiro move a bola primeiramente apenas para a direita, depois apenas para a esquerda.

Exercício 27 - Idem 26, com 4 saltos consecutivos.

Exercício 28 - Idem 26, com 8 saltos consecutivos.

Exercício 29 - O jogador na posição de exepectativa. O companheiro que está segurando a bola, na frente do bloqueador, move a mesma, de acordo com sua vontade, para à direita ou para à esquerda. Após o bloqueio do companheiro move novamente a bola, também aleatoriamente, para á direita ou para à esquerda.

Exercício 30 - Idem 26, com 4 saltos consecutivos.

Exercício 31 - Idem 26, com 8 saltos consecutivos.

Nota

O companheiro deve voltar - sempre - a bola para o centro. o jogador que está executando o exercício tem que estar/se sentir eqüidistante as duas bolas, isto é, quando ela for movida tanto para à direita quanto para à esquerda.

 

- Erros mais Freqüentes.

- Desequilíbrios, sobretudo para trás, em virtude da dificuldadede colocar/recolher/recolocar, seguidas vezes, os braços corretamente.

- Perda do espaço entre as mãos.

- Perda do espaço, que deve ser sempre o mesmo, entre o tronco e a rede.

 

- Com um companheiro sobre uma mesa, segurando duas bolas afastadas 30 cm (fig. a seguir).

Nota

A altura da bola em que as bolas devem ser colocadas, relação ao bordo superior da rede, será individualizada, isto é, de acordo com a estatura e a impulsão dos jogadores.

 

- Objetivos dos Exercícios.

- Desvincular os movimentos dos braços e do resto do corpo.

- Aumentar o tempo de permanência, em equilíbrio, no ar, sem perda de qualidade na execução do fundamento.

- Convencimento da necessidade de contração da musculatura no ponto morto da impulsão, sem o que as perdas de equilíbrio são inevitáveis.

 

- Seqüência de Exercícios 01 - Parte X.

Exercício 32 - Executar 2 saltos consecutivos e, no ponto morto da impulsão, agora, tocar com as duas mãos as duas bolas. O primeiro salto na da direita e o segundo na da esquerda, e vice-versa.

Exercício 33 - Idem 32, com 4 saltos consecutivos. (fig.a seguir).

Desenho de Eduardo Rodrigues

Exercício 34 - Idem 32, com 8 saltos consecutivos.

 

- Erros mais Freqüentes.

- Pela extrema dificuldade de execução, verificam-se os erros cometidos nos exercícios anteriores. O treinador e os jogadores devem ter paciência para, gradativamente, atingirem os objetivos propostos.

- Pela exaustão que a sucessão de saltos provoca, é‚ grande a dificuldade de manutenção da impulsão dos saltos iniciais. Há conseqüente perda de qualidade na execução e comprometimento do fundamento. O tempo da execução não deve exceder 15/20 segundos, pois a partir daí a musculatura fica comprometida.

 

- Com um companheiro, sobre uma mesa, segurando duas bolas afastadas; uma mais alta que a outra (fig. a seguir).

Seqüência de Exercícios 01 - Parte XI.

Exercício 35 - O jogador executa 2 saltos consecutivos. No primeiro, toca com as duas mãos na bola mais baixa e no segundo, toca com as duas mãos na bola mais alta.

Nota

O treinador deve alternar o posicionamento das duas bolas. Ora a da direita mais alta, ora a da esquerda. O objetivo é fazer com que os jogadores pratiquem os exercícios para os dois lados e, por conseguinte, adquiram o mesmo desembaraço para ambos os lados.

Exercício 36 - Idem 35, com 4 saltos consecutivos.

Exercício 37 - Idem 35, com 8 saltos consecutivos.

Nota

Os exercícios desta seqüência, realizados sobre a plataforma, são extremamente perigosos. Antes de executá-los sobre a plataforma, o treinador deve iniciá-los no chão, a fim de que os jogadores adquiram confiança.

 

Conclusão sobre o Bloqueio - Fundamento Parado

 

Considero importante enfatizar alguns pontos, embora os tenha mencionado ao longo da apresentação dos exercícios da seqüência no. 1.

Os exercícios da Seqüência 01 e suas onze partes, apresentados até aqui, com os recursos auxiliares citados, nunca é demais lembrar, visam a aprendizagem do fundamento, sobretudo em equilíbrio, que é um requisito fundamental para o bloqueador.

A Seqüência de Exercícios 01 estabelece duas modalidades de salto. Esta graduação - adiante veremos a importância - dos saltos serão essenciais em várias e distintas situações de jogo. O treinador deve enfatizar que a velocidade da flexão/extensão‚ é sempre máxima.

Os 37 Exercícios sugeridos até aqui, contribuem para alcançar os objetivos mencionados anteriormente. Os mesmos exercícios devem ser repetidos no solo para adaptação e desenvolvimento de maior velocidade. Serão muitos os outros que, certamente, aperfeiçoarão ainda mais o fundamento e as qualidades necessárias à sua execução nas diferentes situações de jogo.

No vôlei de praia não há necesssidade da graduação nos saltos. O ataque é sempre uma ação final e previsível. O bloqueio, no caso, é realizado com impulsão máxima.

O treinador e jogadores devem ter muita paciência para "queimarem" cada etapa, a fim de que haja a assimilação do fundamento. Paulatinamente a complexidade dos Exercícios aumentará, outros requisitos serão buscados e, sem esse início bem sedimentado, a tarefa pode ser bem mais difícil.

No jogo é comum, chega ser uma tendência, os jogadores juntares as duas mãos, no momento do impacto da bola. Com isso, ocuparem menor espaço com o bloqueio. Por esta razão costumo orientar os jogadores a colocarem a mão direita à direita da bola e a esquerda à esquerda da bola. Ou seja, no treinamento, os bloqueios são realizados com um afastamento um pouco maior que o recomendável.

Um outro meio auxiliar para aperfeiçoar e condicionar o espaço entre as mãos é o de utilizar no treinamento um par de duas luvas (daquelas de lixeiro) com um tubo de plástico semiflexíveis na altura dos pulsos.

Esta primeira parte pode ser aplicada a todos os níveis, desde iniciantes até‚ jogadores de equipes adultas. No caso de crianças, um recurso que dá bons resultados é abaixar a rede.

Cont. no Art. 35, com Bloqueio - Seqüência de Exercícios 02.

Voltar ao Menu Técnica Individual - Vôlei de Quadra.